Notícias

Produtora evita perdas de R$ 702 mil com a transformação de pulverizador

Em média, a vida útil de um pulverizador autopropelido varia de cinco a oito anos de uso ou de 4 a 7 mil horas de trabalho, dependendo de algumas variáveis como marca, condições de trabalho, manutenção preventiva, entre outras. Os produtos utilizados nesses equipamentos prejudicam diretamente o seu sistema de pulverização, causando corrosão e desgastes no tanque, barras e bicos. Com o passar do tempo, a manutenção e reposição de peças se torna inviável financeiramente, se comparado o investimento na compra de um novo equipamento para aquela operação, considerando a garantia e modernidade das funções.

Apesar do desgaste do sistema de pulverização, é muito comum encontrar o sistema motor do equipamento em bom estado de uso. Uma solução para isso, que vem sendo muito buscada pelo produtor já há algum tempo, é a transformação do equipamento de pulverizador para distribuidor de fertilizantes. O processo é simples e basta retirar o sistema de pulverização, mantendo apenas o chassi para receber o distribuidor. Assim fez a agricultora, Cassiane Baratto, que cultiva em sua fazenda em de Querência/MT, soja e milho.

Primeiramente ela procurou a MP Agro Máquinas Agrícolas, de Ibaté/SP, especialista em distribuidores de fertilizantes e pioneira nesse tipo de transformação que desenvolveu a linha Z. Além de aproveitar o equipamento já existente, a solução tem durabilidade eterna por sem totalmente inox e ainda alta tecnologia de precisão e economiza em insumos, mais uma vez poupando mais ainda recursos naturais. A produtora ficou bem satisfeita com o que viu e com os resultados, principalmente com a redução de perdas. Um dos principais gargalos dela como na maioria das fazendas são os amassamentos nas linhas da lavoura. Isso ocorre frequentemente por conta do rastro das máquinas pulverizando e adubando.

Até então a propriedade utilizava a faixa de aplicação de químicos a 30 metros, tanto no milho como na soja, porém o distribuidor antigo só conseguia atingir de 25 a 28m dependendo do produto, então era necessário fazer um rastro extra no meio daquele que já existia. Com isso, então além do amassamento da aplicação do químico tinha mais o amassamento da aplicação do produto. “Agora a gente não tem mais esse problema, esse distribuidor tem um lanço livre de 30 metros que é a mesma faixa que a pulverização tem, então o mesmo rastro da pulverização eu uso para jogar o adubo”, diz Cassiane.

Antes dessa mudança, o cálculo era de três sacas por hectare perdidas por amassamento para cada linha, como eram necessários fazer dois rastros, totalizavam 6 sc/ha perdidas. Com uma área plantada de aproximadamente 600 ha, e o preço da saca do grão em torno de R$ 195,00, segundo índice Cepea, nos dias de hoje, a produtora deixou de perder somente com amassamentos algo próximo de R$702 mil por safra. “Além dessa enorme economia, a qual podemos reinvestir em melhorias em nossa propriedade, a máquina proporcionou muito mais agilidade nos processos de adubação”, completou a agricultora.

Outra vantagem pontuada por ela foi a economia de combustível. “Como a nova estrutura do distribuidor é montada em cima de um autopropelido, ele já tem uma tecnologia embarcada muito boa em cima dele, e conseguimos reduzir muito essa questão do combustível”, afirmou. “Além disso, o novo equipamento, que tem uma capacidade para 6.000kg de produto e em menos de uma hora distribuímos na quantidade de hectares desejada”, finaliza Cassiane.

Postagens relacionadas
Notícias

Redução de tempo de entrega de máquinas se torna diferencial para empresas do setor

De acordo com a Câmara de Máquinas Agrícolas da Abimaq (CSMIA), o prazo médio para a entrega de máquinas agrícolas, no mercado em geral, é de nove semanas, ou seja,…
Saiba mais
Notícias

Distribuidor de arrasto com alta capacidade será destaque na Tecnoshow Comigo

A MP Agro Máquinas Agrícolas, de Ibaté, São Paulo, especialista em distribuidores de fertilizantes em aço inox, com esse objetivo desenvolveu a Linha Taurus Robust. Estes implementos poderão ser vistos in loco pelos visitantes da Tecnoshow Comigo em Rio Verde-GO, de 4 a 8 de abril.
Saiba mais
Notícias

Aproveitamento de equipamento gera maior produtividade e ganhos no campo

Por meio da transformação de autopropelidos antigos em distribuidores de fertilizantes como é feito pela MPAgro, é possível economizar até 80% do valor em relação à um autopropelido novo Na…
Saiba mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.